“Quem sou eu?” – A importância de se autoconhecer

Olá, tudo bem com você?

Vamos conversar um pouco? Vocês sabem o quanto amo refletir e falar da importância de nos cuidar (espiritualmente, física e mentalmente). Esses dias fui levada a uma forte reflexão após ler um texto que falava sobre o amor próprio.

Após essa leitura, me veio à mente o quanto nos amamos ou deixamos de amar. E isso está associado ao quanto nos conhecemos. Acho interessante, pois vivemos numa era onde o conhecimento é muito abrangente e de fácil acesso. Quando estamos com alguma dúvida sobre algo ou alguém, é possível dar um “Google” e buscar por aquilo que desejamos. No entanto, em meio a tanto conhecimento de tudo e todos, muitas vezes não sabemos quem somos.

Você já se perguntou: “Quem sou eu?” – confesso que apesar de ser uma simples pergunta, às vezes não temos uma resposta concreta. Talvez você ofereça uma resposta mais supérflua a respeito. Mas se analisada a fundo, pode causar dúvidas que te levarão à auto anulação. Isso porque quando juntado à comparação, é possível duvidar da capacidade que temos de ir e/ou alcançar muito além do que acreditamos ser possível.

Então, perguntas simples aparecem de formas amedrontadoras: “Quem você pensa que é para fazer isso?”, ou “Quem você é para alcançar aquilo?”… E de forma sorrateira você é colocado em uma posição de anulação. Você não se vê importante, não se acha capaz nem merecedor (a) de algo melhor.

E é nesse ponto que quero chegar. Quando sabemos quem realmente somos (qualidades e defeitos) e conhecemos nossos limites, aprendemos a nos valorizar e a nos amar em todos os aspectos.

Quando falo em se amar, é porque há situações da nossa vida que nos doamos tanto ao próximo, que esquecemos de cuidar de nós. Sendo que se formos analisar Mateus 22:37-39 diz:

“Ame o Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu pensamento. Este é o primeiro e grande mandamento. E o segundo, semelhante a este, é: Ame o teu próximo como a ti mesmo.”

Ou seja, eu preciso amar a Deus acima de todas as coisas, colocando Ele no centro da minha vida; se amar, para então poder amar o meu próximo como a mim mesmo.

Agora quem é você? A melhor coisa é dar ouvido ao que Deus nos diz. Em Isaías 43. 4 Ele diz:

“Visto que você é precioso e honrado à minha vista, e porque eu o amo, darei homens em seu lugar, e nações em troca de sua vida.”

Somos preciosos para Deus, o Senhor nos ama, Ele nos capacita para fazer aquilo que não somos capazes de fazer; Ele nos quer bem e felizes. Sendo assim, quando as dúvidas baterem à sua porta te levando a questionar quem é você, lembre-se dessas palavras.

Beijos e fiquem com Deus ♥

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Declare seu amor por você

Olá mocinhas e mocinhos, tudo bom com vocês?

Em um mundo onde o amor está cada vez mais escasso, qualquer sinal de bondade é sempre bem vindo.

Acontece que ás vezes não conseguimos nos amar direito, então amar o próximo fica ainda mais difícil.

Em Marcos 12:31, diz:

 “E o segundo mandamento é: Ame o seu próximo como a si mesmo. Não existe mandamento maior do que estes”.

Como no próprio mandamento diz, devemos amar o nosso próximo como a nós mesmos. Então eu te pergunto: Você se ama? Você faria algum mal a você mesmo? Qual o seu desejo para sua vida?

A maneira como você se trata, consequentemente irá tratar o seu próximo. Afinal, você não vai desejar o pior para sua vida, não é?

Mas pode acontecer de se importarmos tanto com as pessoas que estão a nossa volta, e esquecermos o amor próprio. O fato de você amar o seu próximo e desejar bem a ele, não significa se auto anular.

Ter amor próprio é tão importante quanto amar aqueles que te cercam.

Separei algumas maneiras de estimular o amor próprio.

Declare seu amor por você

Você já disse que se ama? Bom, olhar para você mesmo e declarar o seu amor, é incrível. Quando você reconhece suas características, seus pontos fortes, sua beleza interna e externa, seu valor – jamais irá aceitar as “migalhas” que irão te oferecer.

Se perdoar

Sou uma pessoa em processo. Já me cobrei muito por erros que cometi. O que é preciso ter em mente, é que somos humanos cheios de falhas, e por mais que não seja o nosso objetivo cometer erros, faz parte do processo. Se perdoar é o caminho certo a trilhar. Afinal, aprendemos muito com os nossos erros.

Não se compare

Cada pessoa tem uma história, uma trajetória, enfrentou desafios, teve momentos bons e ruins, sofreu, chorou, sorriu, ganhou, perdeu – cada pessoa viveu a vida como ela lhe foi apresentada. Não há motivo para querer ocupar o lugar do outro. Talvez você jamais conseguiria suportar a dor que aquela pessoa suportou. Seja feliz vivendo a sua vida e esperando o seu tempo chegar.

Faça uma limpeza nas redes sociais

As redes sociais tem sido muitas vezes um “problema” para muitas pessoas. Saiba que nem tudo que é publicado é realmente vivido. Não se menospreze por não ter uma vida como daquela pessoa das redes sociais. Ninguém vai postar o lado ruim da vida, todo mundo quer ser bem visto. Lembre-se que todos enfrentam problemas, mas escolhe como encará-lo. Se existe algo tóxico nas suas redes que sempre te traz tristeza ao ver, não perca tempo, faça um “detox”. Deixe apenas o que realmente irá te trazer benefícios.

Reveja suas amizades

Nem todos que estão ao seu lado são amigos de verdade. Amigos são aqueles que independente da situação está pronto para te ajudar, te dar uma palavra amiga, te aconselhar e até para dizer que você errou, mas mostrar a solução. Não pense que porque está rodeado de pessoas, está rodeado de amigos.

Priorize os momentos a sós

Ficar sozinho refletindo sobre sua vida é muito bom. Aproveite para ler livros, estudar, viajar, se divertir. Conhecer quem somos de verdade irá fazer com que não aceitemos menos do que merecemos.

Sorria

Fazer aquilo que te faz feliz é tão bom! Que tal fazer além do que te faz feliz? Não tenha medo de fazer o que te faz bem e feliz. Seja leve, seja feliz. Sorria! Viva cada momento da sua vida da melhor forma.

Há inúmeras formas de se amar, como por exemplo, falar “NÃO” quando for preciso.

Nunca se esqueça de amar o próximo como a si mesmo!

Compartilhe com seus amigos, siga o blog A moça e fique por dentro de tudo que rola por aqui.

Beijinhos e fiquem com Deus!

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Você dá mais valor para as palavras positivas ou negativas?

Bora conversar?
Hoje é dia de falar sobre autoestima; e eu amo esse assunto.

Pensando nisso, decidi falar sobre a capacidade que temos em dar mais importância para as palavras negativas do que para as positivas.

Eu compreendo que muitas vezes isso é feito involuntariamente. Recebemos uma palavra negativa de alguém, e aquilo fica enraizado em nós, vai nos remoendo por dentro e quando menos imaginamos, estamos completamente doentes e sem forças para lutar por algo melhor.

É engraçado! Por incrível que pareça muitas pessoas cresceram na vida devido as críticas que receberam, afinal muitas vezes elas podem nos ajudar. Mas tenha cuidado! Há uma diferença entre crítica construtiva e crítica destrutiva.

A crítica construtiva te leva a refletir e a melhorar, a destrutiva simplesmente te deixa cabisbaixo, te levando a duvidar do seu potencial.

Esses dias, estava conversando com minha irmã e de repente nos vimos fazendo a seguinte pergunta: “Você dá mais valor para as palavras positivas ou negativas?”.

Isso me levou a uma grande reflexão. Ouvimos tantas coisas boas, palavras lindas e construtivas; mas a que damos mas importância é para aquelas negativas, aquelas que te destrói por dentro.

Se você já ouviu: “Desiste, você nunca vai conseguir!” Ou quem sabe: “Você não tem talento, não se iluda!”.

Está na hora de deletar essas palavras do seu dicionário emocional.

Tenha sapiência que por mais incoerente que seja seus sonhos, se for para realizar ele será realizado. E você é capaz sim de conseguir!

Acredite no seu valor, acredite no seu potencial, acredite que você consegue, acredite que por mais difícil que seja se for da vontade de Deus vai ser realizado. Acredite!

Comece a filtrar as palavras negativas que são proferidas a você e guarde em seu coração aquelas palavras que te trazem paz, alegria… Sim, aquelas que te arrancam sorrisos, que te fazem ir a luta e te tornam um vencedor.

Como diz: Não podemos impedir que os pássaros voem sobre nossas cabeças, mas podemos impedir que façam ninhos sobre elas.

Você pode até receber palavras negativas, mas descarte-as!

Bom, por hoje é só. Espero que vocês tenham sempre no coração que independentemente da falta de fé que as pessoas depositam em você, Deus sempre acredita que você é capaz de ir muito além.

Beijinhos ♥

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Valorizando as qualidades

Oii, tudo bom com vocês?
Bora conversar um pouco?

Hoje vim falar sobre qualidade. Essa palavra possui um conceito “amplo”, já que pode ser aplicado a objetos, serviços, comportamentos e indivíduos.

Como o termo possui diversas finalidades, posso resumir dizendo que o conceito de qualidade é um grau de perfeição.
Uau… Mas é impossível existir algo perfeito, com excessão de Deus, nada é perfeito.

Quer ver só?! Se você comprar um produto que serve para eliminar vírus e bactérias, ele não conseguirá eliminar por completo, apenas 99,99%. Nunca é 100%!

Mas não vim falar sobre a falta de qualidade muito menos sobre vírus e bactérias haha.

Hoje venho falar sobre a importância de valorizarmos as nossas qualidades, nossos pontos fortes.

É preciso ter ciência dos defeitos que possuímos e buscarmos melhorar cada dia mais, porém muitas vezes não damos valor para nossas qualidades.

Focamos sempre no que há de “ruim” em nós e esquecemos de reconhecer o que temos de melhor.

É engraçado porque tem situações que não sabemos falar quais são os nossos pontos fortes.

Esses pontos são diversos; desde sua beleza exterior à interior. Por mais elementar que pareça, o fato de você se amar do jeito que é, é uma qualidade ou quem sabe você é uma pessoa criativa e produtiva?! É outra qualidade. Para isso, é necessário reconhecer cada ponto forte que você possui.

Como descubro minhas qualidades?

Olha só, você pode começar enumerando todos os seus pontos fortes; pode parecer difícil já que você convive tanto com elas, muitas vezes não as percebe.

Em seguida, analise a frequência com que utiliza essa qualidade, se ela te faz feliz, reflete a sua essência, te traz energia.

Reserve aquelas que realmente você convive diariamente, aquelas que demonstram quem você é, e se pergunte onde e quando você faz uso e como ou onde poderia aplicar mais essas qualidades.

Após ter descoberto, comece a colocá-las em prática na sua vida, evidencie cada vez mais.

Se sua qualidade é ser criativo, comece a aplicar essa criatividade no trabalho, em casa… Enfim, valorize aquilo que você tem de melhor.

E saiba que qualidades não vão faltar… Tenho certeza que você possui inúmeros pontos fortes que te deixam ainda mais único (a).

Lembre-se: você pode admirar as qualidades de alguém, mas nunca duvide das suas.

Vou contar para vocês uma qualidade que possuo: sou persistente. Gosto de correr atrás dos meus objetivos, utilizando sempre novos meios para que eles se concretizem. Inclusive já falei um pouco sobre persistência aqui no blog.

E então, já descobriu quais são suas qualidades? Se sim, comece a praticá-las sempre, e não se esqueça de melhorar aqueles seus pontos que não são tão fortes, ok?

Beijinhos ❤

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.